Notice: Undefined offset: 23 in /home/blogsogalpoescom/public_html/wp-content/plugins/rock-convert/inc/libraries/class-content.php on line 329

Notice: Undefined offset: 23 in /home/blogsogalpoescom/public_html/wp-content/plugins/rock-convert/inc/libraries/class-content.php on line 329

Você sabe qual a altura ideal do pé direito do galpão? Veja aqui!

6 minutos para ler

Notice: Undefined offset: 23 in /home/blogsogalpoescom/public_html/wp-content/plugins/rock-convert/inc/libraries/class-content.php on line 329

Não é novidade que a logística é uma das áreas de maior importância de qualquer negócio, visto que sua eficiência impacta na lucratividade e sucesso de atuação da empresa no mercado. Por esses motivos, é importante que a gestão dessa área seja feita de forma otimizada até mesmo nas pequenas decisões, como a escolha do pé direito do galpão.

Muitos gestores deixam de avaliar as pequenas características do ambiente de armazenagem e distribuição de produtos, como o pé direito e outros elementos da infraestrutura do local. Essa prática é um erro que pode comprometer a eficiência da operação, bem como os custos de manutenção do local.

Pensando nisso, colocamos abaixo as principais informações sobre as características que tornam o local para o armazenamento eficiente, a importância de avaliar o pé direito do galpão e como realizar essa prática da melhor maneira. Leia até o final para saber!

Por que avaliar as características do galpão?

O uso de galpões é uma prática muito comum no mercado, seja para o armazenamento de produtos de um estabelecimento, seja para fazer parte de uma cadeia de distribuição logística. Por esse motivo, é possível encontrar uma variedade enorme de tipos desse ambiente.

Cada local apresenta suas próprias características, que podem ser adequadas ou não ao perfil da empresa que está em busca de um galpão. Sendo assim, é importante avaliar esses elementos durante o processo de escolha.

Algumas das características mais importantes são:

  • tamanho;

  • infraestrutura;

  • pé direito;

  • ventilação;

  • tipo de piso;

  • área externa;

  • localização;

  • segurança da região;

  • possibilidade de personalização.

Entender se o local é ideal para a empresa é importante para que as atividades ali realizadas sejam feitas conforme o planejamento, sem obstáculos que possam culminar em custos adicionais para a empresa — como falta de espaço ou impedimento de modificações.

O que é o pé direito do galpão?

A definição de pé direito é a distância entre piso e o teto de um ambiente. No meio da construção civil, ele pode ser classificado por meio de sua medida, sendo:

  • padrão: entre 2,5 e 2,8 metros de altura;

  • alto: entre 3 e 4,5 metros de altura;

  • duplo: a partir de 5 metros;

  • triplo: acima de 8,4 metros.

Para armazenamento logístico, o mais comum é que as opções sejam duplas, triplas ou até mesmo maiores, de acordo com a necessidade da empresa em termos de espaço para fazer empilhamento de produtos.

Como ele impacta na eficiência da empresa?

O pé direito é uma das características do galpão que mais impacta no funcionamento e custo de sua operação. Abaixo, apresentamos 6 fatores que mudam conforme a altura entre o piso e teto do local. Confira!

1. Iluminação

Com um pé direito mais alto, a empresa pode criar locais com melhor iluminação natural, garantindo que a iluminação não incida diretamente sobre as mercadorias e pessoas que trabalham no local. Dessa forma, não há riscos para os itens armazenados, os colaboradores não são atrapalhados e o gasto com eletricidade é reduzido.

2. Ventilação

A ventilação também pode ser melhorada com o uso de pé direito mais alto, uma vez que é possível incluir janelas e sistemas de ar maiores no espaço. Dessa forma, o gasto com ar condicionado e inclusão de ventiladores é menor.

3. Tipo de armazenamento

Com o pé direito triplo ou até maior que ele, é possível adotar o armazenamento vertical, ou seja, em que os produtos são empilhados ou mantidos em sistemas de prateleiras, permitindo maior aproveitamento do espaço disponível. Dessa forma, se esse é o objetivo de uso do espaço, é indicado buscar por uma opção que tenha uma altura grande.

4. Uso de equipamentos

Ter um local com baixo pé direito pode dificultar o uso de equipamentos de larga escala, como empilhadeiras. Assim, o trabalho deve ser feito de forma manual, o que aumenta o custo com profissionais, bem como o risco de que acidentes aconteçam, aumentando os gastos da operação de forma desnecessária.

5. Manutenção do espaço

Realizar a manutenção de ambientes com pé direito muito alto pode ser um problema e culminar em custos adicionais para a empresa. Um exemplo disso é visto na troca de lâmpadas que ficam mais próximas do teto, exigindo um trabalho maior para fazer o processo com segurança.

6. Segurança do local

Por fim, a altura do pé direito pode impactar na segurança da área de armazenamento de produtos. Isso porque, em imóveis mais altos, fica mais difícil o acesso de ladrões através de sistemas de ventilação ou pelo telhado, uma vez que em muitos casos, os assaltantes usam janelas e acessos baixos para entrar no ambiente.

Como identificar a altura adequada para o meu negócio?

Apesar do conteúdo até aqui apontar para um consenso de que quanto maior o pé direito do galpão, melhor para a empresa, isso não é verdade. Na realidade, é importante avaliar qual o tamanho necessário para o negócio, que melhor atende sua demanda e reduz custos.

Em alguns casos, ter um pé direito padrão ou apenas alto é o mais indicado, uma vez que sua manutenção possibilidade de climatização apresenta custo reduzido. Alguns segmentos e atividades que podem preferir essa opção são laboratórios, fábricas de vacinas e medicamentos — que exigem a criação ambientes refrigerados próprios para armazenamento. Imagine o investimento para climatizar um galpão com 12 metros de altura, por exemplo!

Além disso, um pé direito muito alto, que não é utilizado para armazenamento inteligente por meio do empilhamento ou não utiliza maquinários de maior porte, pode apenas representar maiores custos de limpeza e manutenção.

Sendo assim, o tamanho do pé direito ideal é aquele que atende às necessidades da sua empresa para o espaço e garante maiores vantagens para o negócio, como redução de custos — seja ela com armazenamento, seja com a conservação.

Por que contar com uma empresa especializada?

Fica evidente que o processo de escolha do melhor ambiente logístico ou industrial depende de diversos fatores. Por esse motivo, muitas organizações optam por usar os serviços de empresas especializadas no assunto, garantindo que nada seja deixado de lado durante a avaliação.

Essas empresas oferecem plataformas especializadas para as buscas de galpões e times de especialistas, que ajudam a definir qual o tamanho do pé direito do galpão mais adequado para suas atividades, além das demais características apresentadas no artigo.

Gostou de saber mais sobre a importância de avaliar o pé direito do galpão e como encontrar o melhor ambiente de armazenamento para o seu negócio? Então assine nossa newsletter para continuar recebendo conteúdos como este no seu e-mail!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This