fbpx

Você conhece os riscos da locação direto com o proprietário?

7 minutos para ler

Hoje em dia, tornou-se uma prática comum locar galpões para armazenar produtos. É uma possibilidade para a empresa que não possui infraestrutura para ter seu próprio galpão, nem dispõe de capital para comprar um. Mesmo empresas de maior porte também adotam essa prática quando ela se mostra benéfica para reduzir custos.

Existem, contudo, alguns ricos em locar diretamente com o proprietário. Isso significa que é mais seguro procurar uma empresa que atue como intermediária na negociação, como fazem as corretoras imobiliárias.

Confira abaixo alguns riscos da locação com proprietário!

Não há assistência

Aqui, fala-se em assistência profissional e qualificada. Qualquer negócio de locação deve ser acompanhado por um profissional que entenda da legislação sobre o assunto e saiba os direitos e os deveres de cada parte.

Quando você loca diretamente com o proprietário, a relação bilateral pode ser prejudicada pela predominância de uma vontade sobre a outra. Na verdade, o ideal é que tanto o locatário quanto o locador fiquem satisfeitos com o negócio.

Na negociação direta, o locatário não terá assistência de alguém que possa esclarecer dúvidas e até defendê-lo diante de determinada situação. Enfim, ele terá que confiar no locador, mesmo que seja um desconhecido.

Além disso, o locatário terá que procurar sozinho um imóvel que lhe interesse e nem sempre conseguirá encontrar o ideal. Com o auxílio da imobiliária fica mais fácil localizar o galpão mais adequado para as suas necessidades, já que ela tem conhecimentos e tecnologia apropriados para buscar imóveis variados na região que o cliente desejar.

Alteração do valor do aluguel sem pesquisa de mercado

Existem regras a serem respeitadas pelo inquilino (locatário) e pelo proprietário do galpão (locador). É permitido aumentar o valor do aluguel, mas existem limites para isso.

Se for feita a locação direto com o proprietário, o locatário corre o risco de ser explorado financeiramente e pagar um preço muito mais alto que a média de mercado. A não ser que o locador seja bastante honesto e o locatário seja muito entendido do assunto, as possibilidades de logro são altas.

Isso não acontece quando uma imobiliária intermedeia a situação, já que seu interesse é que tudo corra bem para ambas as partes, que as leis e as normas pertinentes sejam respeitadas e que uma parte não se aproveite da outra a fim de levar vantagens pessoais.

O aumento no aluguel deve respeitar o valor do imóvel naquele momento, na fase atual da economia brasileira. O valor de mercado é o principal referencial tanto para vendas como para locação de galpões.

Vale lembrar que uma imobiliária idônea é registrada e trabalha com corretores, advogados e cartórios qualificados.

Os direitos do locatário não são garantidos

Como foi explicado no final do tópico anterior, a imobiliária procura fazer um trabalho limpo e, portanto, defende os direitos das duas partes, inclusive do locatário que, em sua inexperiência ou desconhecimento da lei, pode ser prejudicado de várias formas em uma negociação direta.

O próprio contrato de locação, se não for de conhecimento da imobiliária, pode ser tendencioso e favorecer o locador. Às vezes, o locador dispensa a elaboração de um contrato formal, com reconhecimento em cartório, deixando o inquilino vulnerável quanto ao seu acesso ao galpão e a outros aspectos, como o prazo de validade da locação.

Com tudo redigido formalmente em uma imobiliária, o locatário tem o direito de recorrer ao Procon ou à Justiça caso se sinta lesado.

Boas imobiliárias dispõem de serviço jurídico confiável, respaldando suas ações em tudo o que diz a legislação pertinente. Desse modo, os direitos do inquilino ficam preservados e ele não fica à mercê das ações do locador, já que seus interesses podem ser conflitantes.

Pouca possibilidade de negociação de preços

Pode-se alegar que a locação direto com proprietário sai menos cara para o locatário, já que não existe pagamento comissionado à imobiliária. Mas é preciso observar que também se torna mais difícil conseguir redução no valor do aluguel — o locador precisará de um tempo mais longo para procurar outras opções e diminuir o preço sugerido pelo proprietário.

Com a intermediação de uma empresa imobiliária, as chances de reduzir o preço do aluguel aumentam. Os corretores conhecem o tempo estimado para que um imóvel fique parado, no caso de não acontecer um acordo, e sabem quais são as melhores estratégias para conseguir menores preços.

Enfim, acompanhado de profissionais capacitados, o locatário conta com uma margem de negociação de valores mais ampla e pode obter um preço final mais vantajoso, mesmo considerando o valor devido à imobiliária.

Os riscos de golpes na locação com proprietário

É muito conhecido o caso anedótico do homem que vendeu o Pão de Açúcar a um interiorano inexperiente que chegara ao Rio de Janeiro. Golpistas assim continuam existindo. Uma locação direto com proprietário pode resultar em grandes perdas para o locatário.

Os golpistas procuram ganhar de toda forma, chegando até mesmo a anunciar em jornais ou na internet, oferecendo vantagens muito atraentes. No entanto, as ofertas reais são bem diferentes e outros custos são adicionados, encarecendo o valor do imóvel (taxas de reserva, valores de caução, entradas muito polpudas para a liberação do galpão e assim por diante).

Dessa forma, o locatário pode gastar bastante e depois descobrir que participou de uma trama totalmente ilegal, pois o imóvel nem sequer pertencia ao suposto locador. Isso pode gerar dores de cabeça muito além dos prejuízos financeiros.

As opções de escolha são menores

Geralmente, uma locação com proprietário oferece menos opções, já que o locatário não tem um conhecimento tão amplo sobre a oferta de imóveis. Ele pode, por exemplo, alugar um galpão de qualidade inferior por um preço maior do que o de um bom galpão que está sendo alugado a apenas alguns quilômetros dali.

As corretoras especializadas na venda e locação de galpões conhecem a fundo as áreas em que atuam, a localização e a qualidade dos imóveis disponíveis para locação. Por meio delas, o potencial locatário pode pesquisar e comparar diferentes localizações e preços, tendo a oportunidade de escolher o galpão que ofereça o melhor custo-benefício.

As vantagens de alugar com a ajuda de uma imobiliária

Considerados os riscos de locação direto com proprietário, vamos analisar as vantagens em locar por meio de uma imobiliária:

  • mais segurança jurídica;
  • contrato realizado por profissionais;
  • garantias de locatário resguardadas;
  • negociação conduzida com maior diplomacia e menos possibilidades de conflitos entre as duas partes;
  • possibilidade maior de redução no valor do aluguel;
  • assistência do começo ao fim da negociação;
  • acesso facilitado a cartórios e outras instituições;
  • maior rapidez e eficiência para encontrar o galpão que se procura;
  • pagamento à imobiliária rápido e descomplicado.

E agora? O que você acha da locação com proprietário? Aproveite e assine a newsletter da Sogalpões para receber mais posts como esse diretamente em seu e-mail!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This

Receba nossos conteúdos em primeira mão