fbpx

Prevenção e combate a incêndios em imóveis comerciais

6 minutos para ler

Se você tem uma empresa e ocupa um imóvel, já deve ter se deparado com questões de segurança. Mas quanto realmente você prestou atenção na parte de prevenção e combate a incêndios?

Gerir um negócio não se limita à busca constante pelo aumento da produção e ao controle de finanças. Garantir a segurança da sua equipe e do seu patrimônio é outro fator importante para se preocupar. 

Quer saber mais sobre esse assunto e como ele afeta a sua empresa? Então este artigo foi feito especialmente para você! 

Os princípios básicos de prevenção e combate a incêndios

Em 2013, uma tragédia na cidade gaúcha de Santa Maria expôs para o Brasil inteiro o quanto a negligência e mau planejamento de empresários podem por em risco não só o negócio, mas a vida de centenas de pessoas.

Foram 242 vítimas fatais no incêndio da boate Kiss, causado por despreparo e várias irregularidades na prevenção e combate ao fogo dentro do estabelecimento comercial. Esse acontecimento não só gerou uma nova legislação para o assunto como alertou empresas em todo país à preocupação com a segurança de seu imóvel, próprio ou alugado.

Seja uma loja, uma indústria, uma agência ou um estúdio, estar bem preparado para lidar com incêndios significa tomar atitude em 2 frentes:

Prevenção

É todo o planejamento e adequação de espaço para diminuir ao máximo qualquer chance de início de incêndio. Um projeto do tipo passa por análise arquitetônica, identificação de materiais de acabamento e equipamento eletrônico. Depois disso, vai corrigir possíveis problemas com ações como organização de fios elétricos, instalação de sistemas de detecção de fumaça e uma central de monitoramento de riscos.

Combate

São os mecanismos e o esforço humano para minimizar os danos em caso de incêndio. Nessa situação, são observadas rotas de emergência, treinamentos de fuga, sistemas de acionamento automático (como luzes, irrigação e exaustão), corte automático de energia e, em empresas maiores, até a implementação de uma brigada de incêndio interna.

O que é o AVCB

Todos esses itens são verificados e registrados no Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, ou AVCB. Além de ser exigido por lei para estabelecimentos comerciais, o documento é uma prova de que aquele imóvel tem condições de segurança o suficiente para garantir a prevenção e combate a incêndios.

Se você está pensando em alterar o seu estabelecimento ou se mudar dele, é imprescindível que você tenha essa questão em mente. Veja em que casos o AVCB é obrigatório para comércio e indústria:

  • construção ou reforma;
  • mudança de ocupação ou de uso;
  • ampliação de área construída;
  • regularização de edificações e áreas de risco;
  • construções provisórias (como tendas e palcos para eventos).

Se a sua empresa se encaixa nesses quesitos ou já se encaixou e você não procurou o corpo de bombeiros para receber o auto, corrija o problema o quanto antes. Não apenas para se manter na lei, mas para garantir a segurança do seu negócio e das pessoas que o fazem acontecer.

A importância desse tópico para a sua empresa

Prevenção e combate a incêndios é um assunto importante para ficar de olho, todo empresário sabe disso. Mas listar melhor o que faz dessa questão uma prioridade talvez ajude você a se planejar para garantir um estabelecimento livre do risco de incêndios:

Segurança patrimonial e pessoal

O mais importante e mais óbvio de uma boa prevenção e combate é a segurança do seu patrimônio e dos funcionários que lidam com ele. Um incêndio de maiores proporções pode ser o suficiente para tirar uma empresa do mercado, pois todo o capital investido em estrutura (caso não haja um seguro completo) se perde para sempre.

Mas mais valiosa do que qualquer patrimônio é a vida. Escolher e ocupar um imóvel com responsabilidade garante o bem estar e a saúde de todas as pessoas envolvidas com o seu negócio.

Minimização de desastres

Mesmo que a prevenção seja a melhor possível, não há como garantir um ambiente 100% livre de incêndios. Além da estrutura física ser planejada para minimizar um desastre, uma empresa responsável tem sempre um plano de ação para esses casos.

Esse planejamento envolve treinamento de emergência com rotas de fuga bem definidas, sinalização adequada dentro do imóvel, ferramentas disponíveis para o combate e até a manutenção de uma brigada própria, dependendo da empresa. Quanto mais rápido for a resposta, menos prejuízo financeiro você tem.

Cumprimento da lei

E vale a pena repetir: possuir um AVCB é obrigatório. A lei Kiss, derivada da tragédia no Rio Grande do Sul, trouxe uma série de novas normas de adequação para empresas tanto do setor de serviços e comércio quanto para indústrias.

O novo texto entra em vigor integralmente até 2019. Então, se você pretende reformar ou encontrar um novo imóvel para a sua empresa, fique de olho na legislação e comece desde já a se programar para regularizar qualquer situação.

Confiança do mercado

Por último, uma boa prevenção e combate a incêndios também pode ser uma ferramenta de posicionamento e consolidação do seu negócio.

Empresas que investem em regulamentação, segurança e planejamento para desastres ganham mais confiança do mercado. Esse tipo de atitude aumenta a percepção de valor da sua marca, tanto para parceiros e investidores quanto para o consumidor, além de atrair mais talentos profissionais para seus processos de seleção.

A melhor forma de se proteger

Portanto, prevenir e combater são atitudes que devem andar sempre em conjunto e a melhor forma de se proteger é se planejar antes mesmo de escolher o lugar ideal para sediar a sua empresa.

Comece buscando a ajuda de uma empresa especializada para comprar ou alugar o seu estabelecimento novo, dando ênfase na sua preocupação com segurança. Assim que o imóvel ideal surgir, é hora de buscar a ajuda do corpo de bombeiros e definir o melhor curso de ação para adequá-lo.

No fim das contas, a prevenção e combate a incêndios é uma forma de proteger vidas, estar de acordo com a legislação e também garantir a segurança do seu patrimônio. Se você quer saber um pouco mais sobre esse último quesito, continue no blog e leia sobre a importância da segurança patrimonial!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This