Por que fazer manutenção preventiva em galpão alugado?

3 minutos para ler

Muitas empresas e indústrias alugam galpões para armazenar produtos, matérias-primas, equipamentos e, até mesmo, realizar algumas atividades específicas nesse tipo de espaço.

No entanto, é essencial que sua estrutura esteja bem conservada para evitar transtornos e problemas, que podem interferir na produção, gerando atrasos ou necessidade de pausar o trabalho.

Por isso, é muito importante realizar a manutenção preventiva em galpão alugado. Mas o que exatamente é isso? Confira este artigo para se informar a respeito do assunto!

O que é manutenção preventiva?

A manutenção preventiva de um galpão alugado diz respeito a um conjunto de ações que precisam ser feitas regularmente. São elas as grandes responsáveis por prevenir impasses e defeitos no local, que podem inclusive prejudicar o trabalho ou o armazenamento instalado no espaço.

As ações consistem em inspeções e revisões de acordo com o histórico de ajustes ou construção da obra. Além disso, incluem algumas atividades que contribuem para a segurança e a qualidade da infraestrutura do galpão, como a limpeza de calhas, dutos e ralos e a vedação de parafusos do telhado.

É essencial que ela seja feita antes do período de chuvas. Do contrário, pode não dar tempo de realizar tudo e os resultados não serão positivos.

Qual é a importância dessa providência?

A manutenção preventiva periódica em um galpão alugado assegura algumas vantagens importantes para o local. Tanto o inquilino como o proprietário se beneficiam delas. Veja só!

Aumenta a durabilidade

Com o galpão em ordem, a durabilidade da estrutura aumenta. Os estragos ou ajustes nunca são muito complexos e o espaço permanece bem conservado.

Evita riscos e prejuízos

Quem trabalha no local não corre riscos de segurança. O mesmo é válido para o caso de o espaço ser utilizado unicamente para algum tipo armazenamento, pois os itens podem sofrer perdas e prejuízo.

Garante a qualidade do serviço prestado

É de suma importância oferecer ao inquilino qualidade no serviço prestado. Por isso, o espaço deve estar impecável e pronto para qualquer tipo de finalidade desejada.

Otimiza tempo e reduz custos

Vale acrescentar que o cuidado otimiza tempo e reduz custos maiores. Afinal, não dará tempo da situação se agravar e precisar de um investimento maior para conserto.

O que acontece quando ela não é realizada?

Não realizar a manutenção preventiva com a periodicidade adequada acarreta uma série de prejuízos e desvantagens para o espaço. Com muitos problemas, ele fica desvalorizado e o inquilino pode perder o interesse.

Além disso, com o passar do tempo, cada desgaste pode ficar maior. Desse modo, as correções e os ajustes geram mais gastos e tudo demora ainda mais tempo para ficar pronto.

Para completar, a segurança do local é prejudicada. Se algo está armazenado e não fica devidamente protegido, a empresa pode ter que lidar com perdas, prejuízo financeiro e outros transtornos para o negócio.

Você pode providenciar a manutenção preventiva semestralmente, mas, dependendo do estado do galpão ou das necessidades que o inquilino apresentar, isso pode ser feito em um intervalo maior ou menor. O importante é jamais deixar essa prática de lado.

Gostaria de aprofundar um pouco mais seus conhecimentos a respeito desses cuidados? Aprenda, então, mais 5 dicas para fazer a manutenção preventiva industrial!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Receba nossos conteúdos em primeira mão