fbpx

Localização da empresa: 5 fatores essenciais para a sua escolha

4 minutos para ler

No momento de decidir a localização da empresa para iniciar um negócio, é essencial que se tenha cautela e, para tanto, algumas precauções precisam ser seguidas. Sem saber quais são as perspectivas do negócio e quais objetivos centrais serão privilegiados, fica mais difícil escolher um local que depois não se torne um problema.

Primeiramente, é preciso que o empreendedor domine todas as nuances do negócio no qual está se envolvendo. Diante de um conhecimento acerca das possibilidades de abertura do empreendimento no qual pretende atuar, será mais fácil projetar os próximos anos.

Escolher um imóvel, seja via locação ou compra, deve estar no planejamento estratégico da empresa desde o início.

1. Alugar ou comprar

Na hora de escolher o imóvel, é importante ter em mente que não deve haver precipitação para comprar um local com o dinheiro acumulado para investimento no afã de fugir do aluguel. Em muitos casos, até que o negócio mostre-se de fato lucrativo, um contrato de aluguel pode ser mais vantajoso para o empreendedor.

A compra de um imóvel próprio fica reservada a uma situação na qual o empreendimento já demonstrou bases sólidas e está em franca expansão. Caso contrário, investir em um imóvel pode representar a perda de um capital que poderia no futuro ser investido no incremento de outras áreas do negócio.

2. Escolher a localização

Depois de definido se um imóvel será comprado ou alugado, é hora de pensar no local de instalação e essa decisão deve ter o cliente como foco central. Estar perto do seu consumidor final é essencial para facilitar questões logísticas e entender melhor os padrões de consumo.

Mas se essa proximidade não for tão fácil de definir, o melhor é que a localização esteja numa via de acesso fácil, movimentada e que garanta visibilidade ao empreendimento. Caso não seja necessário o contato direto com a clientela, leve em conta outros fatores envolvidos no mérito.

3. Calcular tributos e licenças

Dependendo do local escolhido para instalar a empresa haverá uma variação de preços em taxas e tributos imobiliários, além do custo de licenças em uma área comercial. Deve-se levar em conta se o gasto com essas questões terá retorno a partir das projeções feitas ou se é melhor pesquisar outros locais mais acessíveis financeiramente.

4. Levar em conta o tipo de produto ou serviço

O que fará diferença na localização da empresa será também o tipo de produto ou serviço ofertado. Se o cliente não estará todos os dias no local, alguma economia pode ser feita em termos de gastos com recepção. Esse dinheiro economizado pode ser investido na estocagem de produtos ou no transporte de cargas, se for o caso.

Quando a clientela vai até o negócio pessoalmente, então todo diferencial de atendimento será bem-vindo. Por isso, é necessário a escolha de um local que seja chamativo e esteja em uma região de varejo na qual os destaques de venda possam ser vistos com facilidade.

5. Investigar a concorrência

Ao pesquisar sobre a concorrência no ramo de atuação, o empreendedor pode seguir dois caminhos. A empresa pode se instalar em um local no qual outras empresas já se localizam e buscar conquistar a clientela fixa dessas marcas ou pensar a localização do empreendimento em uma área na qual se anteveja a demanda por novos produtos e serviços que seu empreendimento possa oferecer.

A localização da empresa é um fator que necessita ser pensado com muita cautela. Além disso, é preciso ter o cliente como foco central no momento em que for tomar essa decisão.

Gostou do nosso conteúdo? Então visite a nossa página no Facebook e conheça mais sobre nossos serviços imobiliários!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This