Layout de armazém: como o imóvel impacta nos resultados

6 minutos para ler

A finalidade do layout é garantir uma movimentação satisfatória dos materiais, reduzindo os gastos e melhorando a flexibilidade, tornando mais fácil organizar e limpar o ambiente. Um armazém organizado é fundamental para otimizar os processos internos da empresa. É nele que ficam estocados os produtos e as matérias-primas que serão transportadas para o setor de produção ou vendas.

Um armazém desorganizado não cumpre completamente sua função, pois há mais lentidão nas operações e aumentam os riscos de erros e prejuízos ocasionados, por exemplo, com danos e furtos. Isso tudo compromete o processo logístico, que fica aquém das expectativas. Veja como o layout de armazém impacta nos resultados de seu negócio!

Priorize os produtos de maior saída nos estoques

O layout de armazém deve tornar mais simples as operações logísticas, evitando que seja consumido um tempo muito grande na carga e na descarga de materiais. Caso os materiais com maior demanda fiquem armazenados em áreas muito remotas dentro do imóvel, exigindo que seja percorrida uma distância muito grande, provavelmente isso resultará em lentidão e atrasos nos processos de logística.

Os materiais mais procurados devem ficar perto dos pontos de entrada e de saída do armazém. Desse modo, eles serão rapidamente encontrados e despachados, seja para a área de produção, seja para o setor de vendas, seja para a entrega ao consumidor final.

Considere o tamanho e as características dos produtos

Para ser eficiente, o espaço deve ser projetado de acordo com o tamanho dos produtos ou outros materiais que serão estocados. Se usar espaços muito amplos para a estocagem de materiais pequenos, haverá desperdícios de espaço e, consequentemente, isso vai gerar prejuízos para a empresa.

Por outro lado, se o espaço for pequeno demais, talvez seja necessário criar estoques muito apertados, dificultando a locomoção e o acesso a eles, o que gera improdutividade e aumenta o risco de danos aos materiais.

Também é importante considerar as características de cada categoria de produto. Certos cuidados podem ser necessários durante as operações logísticas, relacionados a temperatura, peso, espaço, toxicidade e outras coisas. Tudo deve ser considerado quando se trata de garantir a segurança dos itens.

A partir das características de cada item, você pode otimizar o layout de armazém setorizando por categoria. Essa divisão realmente torna muito mais simples o processo de separação de pedidos, expedição e inventário. É uma estratégia eficiente principalmente quando falamos de produtos perigosos, que devem ficar em um setor específico, longe dos demais itens.

A setorização deve considerar a natureza do produto, a necessidade de temperatura especial, o nível de fragilidade e de periculosidade, o prazo de validade, a durabilidade, a demanda e outros critérios.

Uma forma de setorizar é adotando o método ABC. Identificam-se os produtos que têm maior saída e eles são incorporados ao grupo A. Os que têm demanda mediana ficam no grupo B e os produtos com menor saída passam a integrar o grupo C. 

Os itens do grupo mais importante costumam ficar em pontos de fácil acesso, perto das portas, na parte dianteira do armazém e nunca devem ficar muito altos nas prateleiras. Os materiais do grupo C podem ficar nos fundos do imóvel, em pontos de acesso mais difícil. Já os do grupo B podem ficar em pontos intermediários do armazém, entre os do grupo A e os do grupo C.

Powered by Rock Convert

Fique atento à movimentação

O tipo de movimentação contribui para projetar os corredores com espaço suficiente para a circulação dos funcionários e dos equipamentos para que não haja interferência com o ciclo produtivo. A movimentação pode ser:

  • horizontal: feita por pessoas sem o auxílio de equipamentos;
  • vertical: feita por transelevadores ou empilhadeiras;
  • automatizada: feita por controle remoto.

Use ferramentas para otimizar o layout do armazém

Para otimizar ainda mais o layout do armazém, é aconselhável usar ferramentas que reduzem a utilização do espaço. Por exemplo, existem as prateleiras industriais, que são muito resistentes e permitem o armazenamento de itens em diferentes níveis sem a necessidade de empilhar.

Quando for comprar as prateleiras, verifique a resistência e avalie o custo-benefício. Se for necessário armazenar materiais mais pesados, é importante indagar ao fabricante qual o limite máximo de peso suportado pelo móvel. Desse modo, evitam-se acidentes e dificuldades de manuseio.

Caso seja preciso fazer o empilhamento de caixas ou paletes, deve-se identificar o peso máximo que eles podem suportar. Ainda é comum a perda de materiais devido ao ato de empilhá-los indiscriminadamente, sem analisar o limite de peso que podem suportar.

Sinalize o armazém de forma adequada

Além de setorizar os produtos, uma dica é sinalizar o interior do imóvel, dividindo-o em ruas, blocos, níveis e colunas. Cada material pode ser identificado com agilidade e conduzido ao seu destino. Contudo, a sinalização deve ser bem-feita, porque se for mal efetuada poderá criar confusão entre os trabalhadores.

Para uma boa sinalização, é fundamental fazer o levantamento de onde se encontra cada item. Um mapeamento deve ser realizado para melhor aproveitamento do espaço e para uma movimentação mais eficaz.

Algumas empresas trabalham com endereçamento por memória. Nesse caso, cada funcionário guarda, em sua cabeça, o lugar exato onde se encontra o material. Pode ser eficiente em espaços pequenos, mas não é a estratégia mais recomendada.

Limpe e organize o ambiente

Para manter o armazém bem organizado, é necessário fazer uma limpeza regularmente. A falta de limpeza estimula o aparecimento de pragas que podem causar danos aos materiais. Espaços sujos podem causar prejuízos por causa de itens desperdiçados.

Uma organização eficiente deixa o layout do armazém mais otimizado, renovando todo o setor logístico. Se fica mais fácil movimentar os materiais, a tendência é aumentar a produtividade e reduzir os custos.

Essas dicas ajudarão a desenvolver um layout de armazém mais adequado às suas necessidades. Lembre-se de escolher um bom galpão para suas mercadorias e matérias-primas. Não há dúvidas de que um bom layout favorece também a produtividade, contribuindo para melhorar o desempenho dos funcionários e agilizar os processos.

Se está procurando um imóvel para alojar os insumos de seu negócio, aproveite para entrar em contato conosco e obtenha mais informações!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe uma resposta