Dos inúmeros desafios enfrentados pelas empresas contemporâneas, um dos maiores certamente é a busca constante por otimização de recursos. Nesse âmbito, seja visando preservar a competitividade ou com o objetivo de expandir o negócio, as operações logísticas são essenciais.

Se você procura informações consistentes sobre estratégias logísticas, então encontrou o lugar certo. Neste post, você entenderá um pouco mais sobre a importância de manter uma estrutura física que atenda às necessidades operacionais do negócio — uma decisão que pode alavancar significativamente os seus resultados. Confira!

Por que a estrutura física é tão importante às operações logísticas?

Em essência, o principal papel da logística é o de contribuir ativa e continuamente para a otimização de recursos. Ao interferir de modo direto nas diversas etapas dos processos de armazenagem e distribuição, a área é responsável por decisões estratégicas que têm franco impacto na performance do negócio.

As operações logísticas são determinantes para o sucesso do escoamento produtivo. Muito embora não desponte, aos olhos do consumidor, como um fator diferencial de preferência, processos eficientes são essenciais para que haja redução de custos no manejo dos produtos, permitindo que o preço fique mais atrativo e seja então incorporado como um sólido motivador de compra.

O centro de distribuição (CD) precisa ser cuidadosamente selecionado: a localização e os padrões de recepção e descarga, por exemplo, são alguns dos fatores que devem ser considerados no momento da escolha.

Uma vez ciente de que a estrutura física tem função crucial na estratégica eficaz de distribuição, tendo repercussão direta na alavancagem operacional do negócio, o gestor precisa se concentrar em extrair as vantagens de uma escolha acertada em logística.

Como um centro de distribuição pode melhorar as operações do negócio?

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre o importante papel que a estrutura física desempenha no êxito das operações logísticas, chegou a hora de saber de que forma a escolha adequada de um CD pode contribuir para potencializar o desempenho do negócio.

Melhorando a capacidade de negociação

Ao dispor de um centro de distribuição, a empresa passa a contar com um amplo local para armazenar seus produtos de maneira eficiente. Essa disponibilidade aumenta a capacidade de barganhar com fornecedores, uma vez que compras maiores geralmente permitem negociações mais atraentes.

Centralizando informações

Deter um sistema único para acompanhar e controlar as operações logísticas desponta como um diferencial importante. Ao aglutinar os dados, eliminam-se excessos de retrabalho e atenuam-se as chances de erros.

Além disso, a cadeia de distribuição ganha mais agilidade e coordenação, uma vez que está totalmente integrada em um só local.

Reduzindo custos

O objetivo capital das operações logísticas jamais poderia ser esquecido. Ao adotar o centro de distribuição adequado ao perfil do negócio, é possível conter gastos com mão de obra (envolvendo atividades duplicadas de conferência e descarga, por exemplo), frete (minimizando entregas fracionadas) e perdas recorrentes (centralizado e padronizando auditorias, por exemplo).

Você entendeu neste texto que para que seja possível reduzir custos, otimizar rotinas, eliminar retrabalhos e melhorar o ciclo de escoamento, uma boa estrutura física é fundamental. Deseja receber mais informações sobre o tema? Então curta nossa Fanpage e fique sempre por dentro das novidades!