Como aumentar a liquidez do imóvel comercial? Saiba aqui!

6 minutos para ler

Um dos grandes problemas com investimentos imobiliários é a baixa liquidez quando comparados a outros tipos de investimentos, como os títulos públicos e os CDBs, entre outros. Contudo, é inegável que o setor imobiliário oferece altos retornos para quem tem paciência e sabe investir. Com o passar do tempo, a tendência é a valorização do bem e, além disso, é possível lucrar em cima do aluguel.

Quanto à sua natureza, ao uso, os imóveis dividem-se basicamente em dois tipos: residenciais e comerciais. Os comerciais tendem a ser mais procurados na maioria das vezes. Entretanto, diante de alguma crise, a demanda acaba por cair. Então, o que fazer? Quais estratégias usar para aumentar a liquidez do imóvel comercial? É sobre esse ponto que vamos tratar aqui neste post. Venha conferir!

Esteja com sua regularização preparada e pronta para uso

Para aumentar a liquidez de seu imóvel, facilitando o aluguel ou a venda, é importante que ele esteja regularizado para uso, pois, assim, o inquilino só terá o trabalho de organizar o ponto com seus equipamentos e produtos. Entre os documentos exigidos para que um imóvel comercial possa funcionar dentro da legalidade, estão:

  • habite-se: documentação que confirma que o imóvel foi construído conforme as normas e está regularizado na prefeitura;
  • AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros): é um documento emitido pelo Corpo de Bombeiros certificando que o imóvel possui um projeto de prevenção e combate a incêndio executado. Ainda existem dúvidas sobre quem efetivamente deve se responsabilizar por ele (locador ou locatário), mas em uma conversa amigável, as partes podem resolver a questão sobre quem providenciará e assumirá as despesas com esse documento.
  • alvará de funcionamento: trata-se de uma responsabilidade exclusiva do locatário / usuário do imóvel a obtenção do respectivo alvará, de acordo com a sua atividade. Porém, para os proprietários e investidores que desejam maior liquidez, é importante buscar imóveis situados em locais cujo zoneamento permite atividades variadas. Um imóvel comercial situado em uma área residencial, por exemplo, pode ter restrições para liberação de alvarás para o funcionamento de indústrias ou de um cliente com grandes veículos de carga;

É importante que todos os documentos sejam providenciados antecipadamente, antes da abertura do negócio. Quando não se faz assim, a tendência é relaxar e sempre deixar para depois. Quando menos se espera, no entanto, podem surgir os problemas.

Conte com um bom projeto de incêndio para o imóvel comercial

A segurança deve ser uma das prioridades em qualquer imóvel comercial. Assim, evitam-se acidentes com funcionários e clientes. Existem normas que determinam que um projeto contra fogo deve ser realmente desenvolvido e implementado na construção. A legislação pertinente envolve: a Portaria nº 1532/2008; o Decreto-Lei nº 220/2008; o Decreto-Lei nº 224/2015; a Lei nº 13.425/2017, entre outras.

Além de ser uma exigência legal, elaborar um projeto de incêndio garante mais segurança a todos os usuários do espaço, incluindo o inquilino, e aos bens materiais, o patrimônio. Também, diminui as possibilidades de prejuízos ao meio ambiente. Ou seja, o projeto reduz drasticamente os riscos de perdas por incêndio.

Para elaborar o PPCI (Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios), é fundamental a participação de um profissional habilitado pelo CREA e com nível superior. Ele deve ser qualificado para a emissão da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). O PPCI passa pelo crivo do Corpo de Bombeiros, que dá o seu parecer sobre o projeto. Caso seja necessário, ele será enviado para ajustes e submetido a nova avaliação.

Os equipamentos de proteção coletiva, ou EPCs, são muito importantes para um projeto efetivo: os extintores de incêndio, as portas corta-fogo, as saídas de emergência, as lâmpadas de emergência, os hidrantes, as placas de sinalização e outros. Tudo depende das dimensões e das necessidades do imóvel.

Isso ajuda a aumentar a liquidez do imóvel e o próprio valor do aluguel, se for o caso. Locar um imóvel mais completo é certamente uma estratégia para atrair o interesse dos consumidores. É mais vantajoso alugar um imóvel com projeto de segurança eficaz que se arriscar usando um bem com nível de segurança baixo.

Esteja com a manutenção do imóvel em dia

É comum que os imóveis necessitem de pequenos ou grandes reparos. Antes de disponibilizar o imóvel para aluguel, convém fazer os consertos e melhorias necessários, como pintura, revisão das instalações hidráulicas e elétricas, manutenção do telhado, limpeza de calhas, etc. Quanto mais se demorar para efetuar esses reparos, mais problemas poderão surgir. Além disso, os danos que já existem podem ficar piores, aumentando os gastos com a manutenção. Devido a isso, fica mais difícil locar o imóvel rápido.

Defina um preço conforme o mercado

Se a situação econômica estiver difícil, será um grande problema aumentar a liquidez do imóvel comercial cobrando um preço de aluguel muito alto. Claro que não vale a pena ter prejuízos, ou seja, investir no bem e depois cobrar um preço muito baixo. Contudo, você pode recuperar esse investimento a longo prazo com o aluguel.

É preciso acompanhar as tendências do mercado. Por exemplo, quanto custa, em média, o aluguel na área onde se localiza seu imóvel? Qual o diferencial de seu imóvel em relação aos outros da região? Em quais critérios você deve se basear para definir o valor do aluguel? Veja alguns fatores:

  • localização;
  • tamanho;
  • infraestrutura;
  • nível de segurança;
  • nível de acessibilidade;
  • quanto gastou para deixá-lo no ponto de aluguel.

A partir deles, você pode calcular um valor justo, sempre tomando como referência o próprio mercado imobiliário.

Tenha a ajuda de uma imobiliária especializada em imóvel comercial

Outra dica para alugar mais rapidamente o imóvel comercial é contar com a ajuda de uma imobiliária especializada em imóveis dessa natureza. Por se tratar de uma empresa, a imobiliária leva vantagem. É muito mais fácil alugar com sua ajuda que de forma autônoma, sem a intermediação de profissionais qualificados.

A imobiliária pode, inclusive, avaliar o preço de aluguel mais viável de acordo com a realidade atual do ramo imobiliário. Pode dar dicas sobre algum reparo ou modificação que tende a facilitar a locação. Pode encontrar pessoas interessadas e confiáveis mais rapidamente, entre outras vantagens.

Com essas dicas, você conseguirá aumentar a liquidez do imóvel comercial mesmo em um cenário desfavorável. A Só Galpões é uma imobiliária especializa em imóveis comerciais. Ela aluga e vende galpões em Minas Gerais, avalia imóveis e presta consultoria.

Deseja conhecer melhor os serviços que a Só Galpões oferece? Entre em contato com a gente e obtenha mais informações!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Receba nossos conteúdos em primeira mão