fbpx

Curva abc de estoque: entenda o que é e como analisar!

6 minutos para ler

No cenário atual, empresas de todos os tamanhos e segmentos precisam buscar por formas de se manterem competitivas no mercado. Para isso, elas podem investir em novas tecnologias, estratégias e métodos de gestão que otimizem seus resultados entre essas práticas, está o modelo de curva abc de estoque.

Apesar de não ser uma prática nova no mercado, a curva abc continua a ser um método de otimização de resultados muito eficiente, principalmente para a gestão de estoque da empresa. Isso porque ela ajuda a entender a importância de cada item e direcionar os esforços da área para atividades que são mais lucrativas e relevantes para o negócio.

Por esse motivo, apresentamos neste artigo as principais informações sobre a curva abc de estoque, os seus benefícios e como realizar esse processo de forma eficiente na sua empresa. Confira!

O que é curva abc?

Primeiramente, vamos entender o que é a curva abc. Esse modelo, também chamado de Teorema de Pareto, se baseia na teoria de Vilfredo Pareto, um economista italiano que indica em seus estudos que 80% das riquezas do mundo está concentrado entre 20% da população.

Posteriormente, Joseph Moses Juran, pesquisador da área de qualidade, usou o modelo de Pareto para estudar a relação entre os problemas e fatores em processos, chegando à mesma proporção de 80/20. Assim, o modelo passou a ser utilizado em outras áreas de gestão.

Curva abc de estoque

Na área de logística, a curva abc pode ser utilizada para otimizar o controle de estoque, classificando produtos conforme sua importância para os resultados da empresa. Essa classificação pode ser feita de formas diferentes, sendo as principais delas:

  • volume de vendas — os produtos mais importantes são os que mais contribuem para o total de unidades vendidas;

  • valor de vendas — a importância é determinada pelo percentual de receita gerada sobre o total de vendas da empresa;

  • margem de lucro — os produtos mais importantes são os que apresentam maior margem de lucro;

  • giro de estoque — a importância é determinada de acordo com a velocidade de venda do produto.

O parâmetro é escolhido pela gestão por meio da análise do mix de produtos considerando a estratégia do negócio e os seus objetivos. A classificação é feita em três faixas:

  1. Classe A — 20% dos produtos representam 80% do parâmetro;

  2. Classe B — 30% dos produtos representam 15% do parâmetro;

  3. Classe C — 50% dos produtos representam 5% do parâmetro.​

Quais são as vantagens dessa prática?

Existem diversos benefícios na utilização dessa ferramenta de gestão para otimizar o controle de estoques. Abaixo, listamos os principais.

Estoque em sintonia com a demanda

A curva abc de estoque permite que os gestores tenham uma visão mais completa sobre o desempenho de cada item do mix de produtos, podendo avaliar quais deles vendem mais em unidade, seu giro e frequência de saída. Sendo assim, é mais fácil determinar a demanda e alinhar as reposições de estoque na empresa, evitando falta ou excesso de itens.

Geração de informações para a equipe de compras

Os dados retirados da análise da curva abc de estoque também podem ser fornecidos ao time de compras, otimizando suas decisões. Desse modo, é possível entender o comportamento de venda do estoque, evitando o investimento em itens que não vendem e geram custos desnecessários, bem como garantir que os produtos que geram resultados não sejam negligenciados.

Campanhas de marketing assertivas

Outra área que pode se beneficiar das informações retiradas da curva abc de estoque é o marketing. Esse time pode atuar em conjunto com o time de gestão de vendas, garantindo que promoções e campanhas foquem nos principais produtos do estoque ou nos que estão parados e precisam ser vendidos para minimizar custos.

Aumento da satisfação dos clientes

Os benefícios do uso da curva abc de estoque também afetam os clientes. Afinal, com uma gestão otimizada, a empresa evita que os itens mais importantes do mercado faltem nas lojas. Isso garante que os consumidores não fiquem frustrados com a experiência de não encontrar seus itens favoritos durante as compras.

Melhoria na saúde financeira do negócio

A otimização da gestão de estoques impacta diretamente os resultados financeiros da organização. Por garantir que o mix de produtos seja criado e mantido corretamente, o negócio gera mais vendas e aumenta o capital de giro.​

Como fazer uma curva abc de estoque para o seu negócio?

Agora que sabemos os benefícios de adotar esse método, é importante entender como fazer isso com eficiência. Para empresas que utilizam ferramentas de gestão, como um ERP, o software normalmente permite que elas façam a análise de forma automática.

Em contrapartida, organizações que não fazem uso de softwares de gestão podem adotar a curva abc de forma manual, ou seja, por meio de uma planilha do Excel. Seu desenvolvimento deve seguir os passos abaixo:

  • defina um período de análise — mensal, trimestral, anual, etc.;

  • inclua as informações a serem analisadas nas colunas — código do produto, preço, total de vendas em unidades, receita, percentual na receita, etc.;

  • depois dos cálculos em percentual (%) sobre os parâmetros escolhidos, organize os itens em ordem decrescente;

  • adicione outra coluna para somar o percentual do parâmetro. Classifique os itens dentro das classes A, B e C, somando 80%, 15% e 5%, respectivamente.

A soma dos percentuais pode ser aproximada. Além disso, é importante ressaltar que a sazonalidade das vendas dos produtos deve ser considerada, bem como qualquer anormalidade durante o período que pode impactar a análise de alguma forma como campanhas e ações de vendas.

Depois de todas essas informações, fica evidente que a curva abc é uma ferramenta importante para a otimização da gestão da empresa, principalmente no que diz respeito ao controle de estoque. Nesse sentido, é importante investir na sua execução, dando preferência a ferramentas que auxiliam a equipe como um sistema ERP.

Agora que você já sabe a importância da curva abc de estoque e como utilizá-la para melhorar os resultados de gestão do seu negócio, confira o que é e quais são os tipos de estruturas de armazenagem disponíveis no mercado!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This