A utilização de galpões proporciona uma série de benefícios às empresas no que diz respeito à produtividade logística e à otimização de espaços e recursos.

Vantagens como a expansão e flexibilização das operações facilitam a gestão estratégica dos recursos logísticos, ajudando na distribuição e transporte das mercadorias. Mesmo com estruturas modernas, os custos são mais baixos e a implantação é fácil, assegurando uma ótima relação custo-benefício.

No entanto, existem diferentes tipos de galpões, sendo que cada um deles é mais indicado para segmentos empresariais específicos. O recomendado é estudar o perfil da empresa e analisar todas as opções, a fim de garantir a escolha do imóvel ideal.

Para conferir os principais tipos de galpões e em qual segmento empresarial cada um deles é mais adequado, continue lendo este post.

Convencional

O galpão com uma ou duas águas é, entre os tipos de galpões, aquele conhecido como o mais comum. A estrutura do galpão é feita de pórticos com espaçamentos regulares e sustentados por vigas, o que possibilita variedade e resistência.

Garantindo o aproveitamento de grandes extensões do terreno, esse imóvel se adequa a diferentes atividades comerciais. Desde centros de distribuição até depósitos de produtos industrializados podem ser acomodados em galpões convencionais.

Industriais

Os galpões voltados para indústrias possuem particularidades de acordo com as atividades de cada empresa. Mas existem algumas características básicas que atendem as necessidades gerais desse segmento.

Sua estrutura, por exemplo, deve ser pesada. É importante também considerar a capacidade de energia. Assim como a resistência do piso, que precisa suportar 6 toneladas por metro quadrado, no mínimo. Ainda existem as pontes rolantes, que podem facilitar a movimentação da carga.

Em arco parabólico:

Um dos tipos de galpões mais utilizados atualmente, sua estrutura favorece a aplicação de telhados metálicos prontos e normalmente  montada no local. O formato arredondado (parabólico) traz vantagens relacionadas à climatização, ventilação e até mesmo acústica. Podem ser utilizados como ginásios poliesportivos, centros comerciais e até mesmo instalação de pequenas indústrias.

Além disso, facilita o escoamento de água e elimina infiltrações. Ou seja, é ideal para empresas localizadas em regiões com altos índices de precipitação e chuvas.

Logísticos

Galpões logísticos possuem uma grande estrutura de armazenagem. Por isso, seu pé-direito costuma ser bastante alto, acima de 10 metros de altura, permitindo um aproveitamento do espaço verticalizado do imóvel.

Pisos resistentes e lisos facilitam a movimentação e favorecem a vida útil das empilhadeiras. A instalação de docas que facilitam a carga e descarga dos veículos também é um importante requisito.

Shed

Pode ser feito com vão simples ou vãos múltiplos. Um dos tipos de galpões cuja cobertura é em forma de degraus, com pontos de conexão que possibilitam maior aproveitamento da ventilação e iluminação naturais.

O pé-direito pode chegar a 12 metros e o imóvel consegue revestir grandes extensões, além do custo de manutenção ser baixo. Por ser bastante versátil, é utilizado para diversos fins industriais.

Diante da variedade de galpões, é preciso cautela na seleção, priorizando sua qualidade e compatibilidade com as atividades da empresa. Por isso, além de conhecer os tipos de galpões, recomenda-se avaliar outros quesitos, como a iluminação, estacionamento, segurança e localização. Dessa forma, o negócio pode usufruir de todos os benefícios da utilização de galpões.

A SOGALPÕES, imobiliária especializada no segmento de aluguel e venda de galpões, oferece as melhores opções de imóveis e ainda orienta na escolha do galpão ideal de acordo com as necessidades do seu negócio. Entre em contato conosco para conhecer melhor nossos serviços!