fbpx

Conheça os tipos de galpões e o ideal para cada segmento empresarial

9 minutos para ler

Os espaços de armazenamento são fundamentais no processo logístico. Seu uso proporciona uma série de benefícios às empresas no que diz respeito à gestão de estoque, produtividade, à otimização de espaços e recursos. Assim, é importante conhecer os tipos de galpões disponíveis no mercado, bem como a melhor forma de escolher um para o negócio.

Vantagens como a expansão e flexibilização das operações facilitam a gestão estratégica dos recursos logísticos, ajudando na distribuição e transporte das mercadorias. Mesmo com estruturas modernas, os custos são mais baixos e a implantação é fácil, assegurando uma ótima relação custo-benefício.

No entanto, existem diferentes tipos de galpões, sendo que cada um deles é mais indicado para segmentos empresariais específicos. Nesse sentido, é recomendado estudar o perfil da empresa e analisar todas as opções, a fim de garantir a escolha do imóvel ideal.

Pensando nisso, apresentamos nesse post a importância da escolha correta de um imóvel logístico, os principais tipos de galpões do mercado, em qual segmento empresarial cada um deles é mais adequado e como fazer sua escolha de forma eficiente. Confira!

Por que escolher o galpão correto é importante?

Um erro muito comum cometido pelas empresas ao investir em ambientes de armazenamento é fazer sua seleção de forma incorreta, desconsiderando boas práticas que garantem um processo eficiente.

Quando isso acontece e o galpão selecionado não é adequado para as atividades da empresa, a tendência é que prejuízos financeiros aconteçam, resultados de problemas como:

  • ambiente impróprio para armazenamento de produtos;
  • falta de espaço para armazenar com segurança;
  • local com alto risco de roubos e furtos;
  • região com custo elevado de investimento;
  • regras que impedem modificações necessárias no ambiente.

Essas condições limitam a eficiência do uso do galpão, reduzindo os benefícios que o ambiente pode proporcionar e gerando custos desnecessários para a gestão, como a necessidade de alugar ou comprar outros espaços para suprir a demanda de espaço, ou então investir em segurança elevada para evitar roubos e furtos.

Nesse sentido, é muito importante conhecer as opções de galpões do mercado e saber como selecionar uma opção que realmente atenda as necessidades do negócio — falamos desses assuntos nos próximos tópicos!

Quais os tipos de galpões disponíveis?

Como mostramos, existem diferentes opções para as empresas que desejam investir em galpões, que atendem as necessidades de variados segmentos. Abaixo, descrevemos melhor 7 deles. Continua a leitura para conferir!

1. Convencional

O galpão com uma ou duas águas é, entre os tipos de galpões, aquele conhecido como o mais comum. A estrutura do galpão é feita de pórticos com espaçamentos regulares e sustentados por vigas, o que possibilita variedade e resistência.

Garantindo o aproveitamento de grandes extensões do terreno, esse imóvel se adéqua a diferentes atividades comerciais. Desde centros de distribuição até depósitos de produtos industrializados podem ser acomodados em galpões convencionais.

2. Industriais

Os galpões voltados para indústrias têm particularidades de acordo com as atividades de cada empresa. Porém, existem algumas características básicas que atendem as necessidades gerais desse segmento.

Sua estrutura, por exemplo, deve ser pesada. É importante também considerar a capacidade de energia. Assim como a resistência do piso, que precisa suportar 6 toneladas por metro quadrado, no mínimo. Ainda existem as pontes rolantes, que podem facilitar a movimentação da carga.

3. Em arco parabólico

Um dos tipos de galpões mais utilizados atualmente, sua estrutura favorece a aplicação de telhados metálicos prontos e normalmente montada no local. O formato arredondado (parabólico) traz vantagens relacionadas à climatização, ventilação e até mesmo acústica. Podem ser utilizados como ginásios poliesportivos, centros comerciais e até mesmo instalação de pequenas indústrias.

Além disso, facilita o escoamento de água e elimina infiltrações. Ou seja, é ideal para empresas localizadas em regiões com altos índices de precipitação e chuvas.

4. Logísticos

Galpões logísticos têm uma grande estrutura de armazenagem. Por isso, seu pé-direito costuma ser bastante alto, acima de 10 metros de altura, permitindo um aproveitamento do espaço verticalizado do imóvel.

Pisos resistentes e lisos facilitam a movimentação e favorecem a vida útil das empilhadeiras. A instalação de docas que facilitam a carga e descarga dos veículos também é um importante requisito.

5. Shed

Pode ser feito com vão simples ou vãos múltiplos. Um dos tipos de galpões cuja cobertura é em forma de degraus, com pontos de conexão que possibilitam maior aproveitamento da ventilação e iluminação naturais.

O pé-direito pode chegar a 12 metros e o imóvel consegue revestir grandes extensões, além do custo de manutenção ser baixo. Por ser bastante versátil, é utilizado para diversos fins industriais.

6. Piramidal

Caracterizados por serem criados em tendas tensionadas, ou seja, no formato de uma pirâmide, os galpões piramidais apresentam suporte feito com chapas de ferros, montadas por encaixes, parafusos e conexões, ou então, por sistemas de tubos. O modelo pode ter entre 25 e 225 metros quadrados.

Seu uso é ideal para atividades temporárias, com tempo curto e médio de duração, como eventos, showrooms e armazenamento emergencial. Essa opção é mais barata que as de longo prazo, uma vez que não precisam de fundação e podem ser conectadas umas às outras, criando grandes espaços em áreas limitadas.

7. Inflável

Outro galpão que pode ser utilizado de forma emergencial e em eventos pontuais é o formato inflável. Sua estrutura apresenta menor custo e rápida montagem, oferecendo a possibilidade de lidar com situações inesperadas minimizando custos ou tempo de parada na operação logística.

A estrutura desse modelo é metálica e pode ser levantada rapidamente. Seu deslocamento também é possível, permitindo que seu uso seja variado e localizado exatamente onde for necessário — para proteger um acervo, por exemplo.

8. Dois pisos

Os galpões de dois pisos, como o próprio nome indica, apresentam mais de um andar para uso da empresa. Assim, ele é ideal para grandes operações, que apresentam mais de uma atividade acontecendo no mesmo local e necessitam de diferentes ambientes — como escritório, lavatórios, vestiário ou atuação de diferentes marcas, por exemplo.

Normalmente, a parte de armazenamento e logística ficam no nível térreo, facilitando a operação de expedição de produtos e recebimento de mercadorias. Enquanto o segundo piso, mais reservado, é utilizado para a gestão da operação e realização de atividades relacionadas à produção logística.

Em alguns casos, empresas pequenas optam por essa opção como forma de minimizar custos com locação e ter um controle mais próximo da operação!

Como selecionar o galpão ideal para o meu negócio?

Agora que você conhece os tipos de galpões e como eles se adéquam para diferentes funções, é importante avaliar outros fatores para escolher um local com eficiência. Colocamos abaixo 7 passos que facilitam esse processo para o seu negócio.

1. Comece com um bom planejamento

O primeiro passo para fazer uma escolha correta de galpão é avaliar as necessidades do negócio, qual o objetivo de uso do ambiente e determinar o melhor tipo para o investimento.

Posteriormente, é preciso fazer uma análise dos locais disponíveis no mercado e ter um plano de visitas e uma lista de itens a serem avaliados, facilitando o processo de decisão.

2. Observe o pé direito do local

Entre os fatores que devem ser avaliados está o pé direito do ambiente, ou seja, sua altura interna. Para empresas que desejam usar o local para armazenamento no formato de empilhamento o ideal é que ele seja bem alto. Além disso, quanto maior, mais ventilado o espaço.

3. Confira a resistência do piso

Outro elemento que deve ser conferido é a resistência do piso do local. O ideal é que ele suporte o tipo de atividade e armazenamento previsto, evitando problemas com rachaduras e danificações que comprometem a operação e segurança dos profissionais e seus produtos.

4. Informe-se sobre a segurança do local

Um fator muito esquecido no processo de seleção de um galpão é a segurança da região, ou seja, quais as chances do local ser roubado ou furtado. Esses indicadores podem ser encontrados em recordes públicos e ajudam a entender a necessidade de contratar serviços de proteção que geram custos adicionais para o investimento.

5. Levante a necessidade de alterações

Se a empresa estiver buscando por um galpão pronto, não há necessidade de fazer alterações em seu interior. Entretanto, quando o local já está construído, é preciso avaliar quais mudanças devem ser feitas para que o espaço atenda as necessidades do negócio, bem como seus custos.

6. Avalie os custos do investimento

Conforme indicado nos itens anteriores, as características de cada local impactam diretamente no custo total do investimento. Por esse motivo, é importante fazer essa avaliação em detalhe para cada opção considerada, escolhendo aquela que apresenta melhor custo-benefício.

7. Analise a confiabilidade do fornecedor

Por fim, antes de fechar contrato com o fornecedor da estrutura, é importante avaliar sua reputação no mercado. Isso garante que a empresa não vai ter problemas futuros no cumprimento do acordo que podem gerar prejuízos para o investimento. Uma forma de fazer isso é falando com outros clientes e analisando o perfil da organização em redes sociais.

Fica evidente que é preciso cautela na seleção de um galpão para garantir um investimento estratégico para o negócio. Para isso, é importante planejamento, priorizando a qualidade e compatibilidade do local com as atividades da empresa.

Além disso, é importante atentar para os aspectos do ambiente selecionado, avaliando itens que impactam no seu custo final, como a iluminação, estacionamento, segurança e localização. Dessa forma, o negócio pode usufruir de todos os benefícios da utilização dos mais variados tipos de galpões.

A SOGALPÕES, imobiliária especializada no segmento de aluguel e venda de galpões, oferece as melhores opções de imóveis e ainda orienta na escolha do galpão ideal de acordo com as necessidades do seu negócio. Entre em contato conosco para conhecer melhor os nossos serviços!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This