Conheça 5 vantagens de ter um galpão próprio para sua empresa

5 minutos para ler

Ter um galpão é algo desejável para empresas de diversos segmentos, pois esse tipo de imóvel atende tanto indústrias, comércios e atividades logísticas. Muitos empreendedores preferem aderir à modalidade de aluguel para esse tipo de espaço por causa da flexibilidade, porém, investir em uma estrutura própria pode também ser uma excelente alternativa, principalmente se você pensa no longo prazo. 

Além de ampliar o patrimônio da sua empresa, ao investir em um galpão próprio você pode ter uma algumas vantagens, tais como: 

  • Custo-benefício 

Comprar ou construir um espaço de produção e armazenamento demanda um investimento inicial maior. No entanto, a médio e longo prazo a tendência é que esse investimento se pague. Historicamente, os imóveis têm se valorizado acima da inflação e são considerados ativos seguros em momentos de crises.

Uma estrutura própria também proporciona mais autonomia na hora de realizar benfeitorias, novas construções e investimentos. Enquanto que nos imóveis locados, certas obras e benfeitorias devem ser previamente autorizadas pelos locadores. 

  • Personalização 

Galpões alugados tendem a ser versáteis para atender finalidades distintas, o que é geralmente positivo. Porém, quando há necessidades específicas para sua empresa, como por exemplo, uma adequação estrutural para instalação de uma máquina ou para a obtenção de alguma licença, fica mais difícil conseguir ajustar um espaço que não seja próprio. E caso tal adequação seja feita, é possível que o imóvel tenha que ser recomposto ao estado original na hora de devolvê-lo.

Quando você compra ou constrói esse tipo de estrutura, cabe exclusivamente a você moldá-la às suas necessidades, visando obter o máximo de produtividade e retorno sobre o investimento no seu negócio.

  • Não depender de contratos

Outra vantagem de investir em um galpão próprio para a sua empresa é que você não dependerá de um contrato de locação, com uma parte proprietária, que pode trazer restrições ao uso do espaço e ao prazo. 

Esse documento geralmente limita certas obras no imóvel, restringe a finalidade do uso e a sublocação, por exemplo. Além disso, uma vez que a vigência do contrato de aluguel termine, o proprietário poderá retomar o imóvel para dar a destinação que ele desejar, ensejando uma mudança da empresa mesmo caso ela quisesse permanecer no local. 

Já com um espaço próprio você passa a ter segurança de ocupar um patrimônio da sua  empresa, trazendo mais estabilidade e liberdade na tomada de decisão. 

  • Maior controle dos processos logísticos

Nós já comentamos em alguns posts aqui no blog como os processos logísticos dependem de uma série de fatores. Desde as vias de acesso ao galpão até a organização do espaço de armazenamento.

Ao investir em um armazém próprio você consegue ter maior controle  sobre esses processos. Por exemplo, você poderá definir o layout e a melhor infraestrutura de acordo com os seus processos. Desde onde ficarão os portões, banheiros, escritórios, até o tamanho do pátio, fazendo as modificações que precisar.

Ao comprar ou construir um galpão próprio você poderá: 

  1. Ampliar a estrutura sempre que achar necessário, desde que haja autorização do município;
  2. Modificar a organização interna para melhorar seus processos logísticos;
  3. Mudar a fachada;
  4. Melhorar questões estruturais para garantir mais segurança;
  5. Mudar aspectos que você acha que não atendem o seu negócio, como quantidade de acessos, cor da pintura, telhado entre outros. 

Ou seja, você tem a liberdade para deixar a estrutura exatamente como você precisa. 

  • Controle sobre a manutenção 

Ao alugar um um galpão, é comum que haja discussões sobre certos reparos e manutenções no imóvel. A Lei do Inquilinato prevê que problemas de ordem estrutural e vícios anteriores à locação sejam de responsabilidade do proprietário, enquanto as manutenções periódicas sejam do locatário. Porém, é comum que haja discussões entre as partes querendo evitar arcar com essas despesas. Com isso, caso algum dano no imóvel pode acabar demandando tempo para ser consertado ou não ser reparado adequadamente. 

Já no galpão próprio você terá maior controle sobre a manutenção, agilizando consertos e reparos com os profissionais da sua confiança. 

Para decidir entre um imóvel próprio ou um imóvel alugado, a melhor opção é pesquisar bem e avaliar as suas reais necessidades. Cheque a disponibilidade financeira da empresa, ponderando a necessidade de capital com liquidez no curto prazo, mas lembre-se de estudar o cenário no médio e longo prazo.

Gostou desse conteúdo? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e receba mais dicas para otimizar o setor de logística da sua empresa. 

Posts relacionados

Deixe um comentário