Uma das características mais marcantes na estrutura dinâmica de armazenagem é a rotação automática dos itens armazenados, que permite a utilização de uma ferramenta eficiente como o sistema de armazenamento FIFO, no qual a regra é simples: o primeiro produto que entra também deve ser o primeiro a sair.

Quer saber mais sobre como funciona a estrutura dinâmica da armazenagem e de que forma o sistema FIFO pode beneficiá-la? Então acompanhe a leitura deste artigo para saber mais sobre o assunto!

O que é o sistema FIFO?

“First in, first out” ou FIFO, é uma metodologia utilizada para evitar a perda do prazo de validade de produtos. Os profissionais de logística do Brasil também têm um termo para se referir ao sistema, conhecido como PEPS, em referência a “Primeiro que entra, primeiro que sai”, o que facilita a memorização da ideia.

O que o sistema FIFO pode oferecer?

Além de ajudar na gestão dos prazos de validade, o sistema FIFO também proporciona:

  • mais facilidade no controle de produtos perecíveis, evitando a perda por deterioração, causada por erros na distribuição;
  • maior facilidade para localizar, separar e administrar as entradas e saídas de produtos;
  • mais organização para a empresa, pois a metodologia pode ser aplicada no armazenamento de qualquer tipo de mercadoria;
  • maior lucratividade, já que o conceito permite a redução no tamanho do estoque, considerando que cada item deve gerar um novo pedido de reposição, mantendo um ritmo no fluxo de produtos;
  • compatibilidade com os órgãos fiscalizadores, já que o sistema FIFO também é usado pela Receita Federal para fazer o cálculo de impostos;
  • facilidade na precificação, pois o sistema informa os custos reais de cada mercadoria, melhorando a precificação de produtos e evitando prejuízos nas vendas;
  • maior eficiência na gestão de estoque, já que a movimentação de itens é realizada de acordo com uma ordem logística.

Como o sistema FIFO contribui com a estrutura dinâmica da armazenagem?

Na estrutura dinâmica de armazenagem baseada na metodologia FIFO, o palete deve ser conduzido até outro setor do estoque, por meio de uma pista de roletes, com dispositivos para manter a constância da velocidade.

O sistema proporciona uma concentração de carga mais elevada, necessitando apenas de dois corredores, sendo um para o abastecimento do palete e outro para a sua retirada. Em geral, é destinado a cargas paletizadas e ao segmento de produtos alimentícios, que têm prazos de validade.

Há uma boa relação custo-benefício na estrutura dinâmica da armazenagem, pois, apesar de exigir um investimento maior, oferece uma margem de lucratividade significativamente mais alta para a empresa, garantindo um ótimo retorno sobre o investimento em curto e médio prazo.

O fato é que muitas organizações têm utilizado o sistema de estrutura dinâmica da armazenagem por causa da considerável economia que ele gera. Além disso, a possibilidade de integrar softwares automatizados torna a gestão ainda mais eficiente com esse método.

Como funciona a estrutura dinâmica da armazenagem?

De forma simplificada, na estrutura dinâmica da armazenagem, devem-se realizar os processos de acordo com o seguinte funcionamento: a administração deve estabelecer uma ordem para que os produtos sejam separados, de modo que atenda às demandas da empresa.

Mas sempre levando em consideração alguns aspectos básicos, como a programação dos prestadores de serviços de transporte, as entregas ao consumidor final ou varejistas, com data e hora marcada, entre outras exigências e especificações por cada produto que compõe o estoque.

Uma forma de melhorar o funcionamento dessa estrutura é utilizar ondas de entrega mais curtas e garantir que a operação receba todo o suporte da automação, para minimizar as possibilidades de erros e agilizar o processo.

Considerando que uma ferramenta tecnológica registra todas as informações do estoque, essa organização categórica permite que os gestores tenham mais conhecimento a respeito de suas demandas. Esse tipo de solução é indispensável para que a locação dinâmica funcione perfeitamente.

Quais as características básicas?

Entre as características mais importantes que um sistema de estrutura dinâmica da armazenagem deve apresentar, podemos citar:

  • redução do caminho de transporte interno dos produtos;
  • monitoramento dos lotes e séries de produção, de acordo com os prazos de validade das mercadorias;
  • menor tempo de separação da carga e descarga;
  • otimização do espaço de armazenagem, com a aplicação de blocos dinâmicos.

Lembrando que a metodologia do sistema FIFO pode ser aplicada para melhorar a gestão de operações de qualquer porte, independentemente de qual seja o tamanho das mercadorias, já que as esteiras rolantes permitem que os itens sejam movimentados com autonomia em direção ao setor de retiradas.

Desse modo, é totalmente possível trabalhar com todos os produtos, sem que o controle de validade seja perdido, proporcionando caminhos muitos mais diretos no picking e, é claro, evitando quaisquer falhas e equívocos durante os processos.

Sendo assim, a estrutura dinâmica da armazenagem é a mais indicada para o armazenamento de qualquer quantidade de uma mesma mercadoria, pois garante que os itens mais antigos sejam sempre os primeiros a serem usados.

Da mesma forma como a entrada no estoque será realizada sempre no sentido lateral, fazendo com que os paletes deslizem — por meio de empilhadeiras, — com total independência pelas inclinações das esteiras, desde o setor de entrega até o de retirada.

Por fim, para que os paletes sejam centralizados, as esteiras rolantes devem usar funis, enquanto os roles de frenagem mantém a velocidade de deslizamento sob controle.

Assim, juntamente a um dispositivo de separação, a estrutura consegue fazer com que o primeiro palete seja separado de outros produtos, parando no ângulo de encosto, que só será desbloqueado quando o primeiro item for retirado de seu local.

Como você pôde conferir neste artigo, a estrutura dinâmica de armazenagem é um eficiente sistema para gerenciar os prazos de validade de produtos perecíveis, padronizar os procedimentos de armazenamento e garantir a satisfação tanto dos varejistas quanto dos clientes finais, garantindo um ciclo de comercialização rentável e duradoura para todos os envolvidos.

Gostou deste conteúdo? Quer se aprofundar mais sobre o assunto? Então talvez você possa se interessar pelo nosso artigo sobre o que são estruturas de armazenagem e quais os principais tipos!