Num mercado de alta competitividade e concorrência, não há margem para erro na tomada de decisões estratégicas, como é o caso de aluguel de galpão. Esse fator é de extrema importância, porque pode comprometer diretamente a saúde financeira e a produtividade da empresa.

O processo de mudança envole verificar situações como análise e validação de contrato, alterações juntos aos órgãos de registro da empresa, ajuste de sistema para emissão das notas com o novo endereço, adequação a nova estrutura, redimensionamento de equipe e vários outros.

Em virtude da complexidade, elaboramos este artigo para facilitar a sua. Continue a leitura e descubra 4 dicas práticas que indicam a melhor hora de fazer essa mudança. Confira!

1. Planos de crescimento ou retração

Analisar o planejamento estratégico é fundamental. Também é necessário entender se há crescimento ou retração do seu negócio.

Caso existe indícios de aumento nas vendas e planos de expansão, esse pode ser o momento ideal para a mudança. Além disso — em virtude da situação econômica atual — conseguir um lugar maior será mais fácil e lhe dará a possibilidade de barganhar melhores preços.

No entanto, o plano pode ser o inverso e em vez de aumentar exista a necessidade de enxugar a operação. Nesse caso, não faz sentido continuar pagando por um espaço que não será utilizado.

Assim, evita-se despesas adicionais ou até mesmo inadimplência em razão do pouco fluxo de caixa que está sendo feito.

2. Galpão alinhado às características da empresa

Cada galpão oferece uma estrutura própria. Alguns tem uma boa disponibilidade de pátio, oferecem ampla segurança e controle. Outros focam no ambiente interno oferecendo salas estruturadas e alta tecnologia na área de armazenagem.

No entanto, ao mudar, você deve considerar qual a maior necessidade de sua empresa. Você precisa de mais pátio? Seu negócio é de valor agregado alto e segurança é imprescindível? Precisa de mais espaço para armazenar os seus produtos, mas ao mesmo tempo eles são leves e não precisam de estrutura reforçada? Trabalha com produtos com necessidades especiais como químicos?

Escolher o galpão ideal para o seu negócio lhe economizará dinheiro a longo prazo e tornará a sua operação mais produtiva, além de aumentar a qualidade do seu produto.

3. Melhor Localização

A maioria das grandes cidades limitam o tráfego de carretas por suas ruas e avenidas, sendo a localização fator a ser levado em consideração.

Entre os pontos que merecem atenção, estão a facilidade de acesso, proximidade dos locais de abastecimento, incentivos fiscais e pontos de apoio. Empresas com operações longe de grandes centros possuem menores chances de vendas, pois encarecem os seus produtos.

Localizar-se próximo dos principais fornecedores pode ser um diferencial estratégico, pois poderá aumentar a disponibilidade dos produtos, reduzir o custo de entrega (o que pode reduzir o valor da matéria-prima) e entregar um produto mais competitivo para o cliente.

4. Segurança

É necessário que o local ofereça segurança na área útil, estacionamento e principalmente na área de armazenamento. É válido se certificar se a segurança é 24 horas e realizada por pessoal especializado

Estar localizado num condomínio logístico é uma vantagem, pois existe o compartilhamento dos custos de segurança e outros serviços com outros condôminos.

É fundamental observar se o local atende todas as normas legais e consultar previamente se o local é apto para o seu tipo de atividade.

Mudar nunca é um fácil, mas a escolha do momento ideal pode o divisor de águas para a garantir o sucesso do seu negócio. Se você está em dúvida sobre mudança no seu aluguel de galpão, siga as nossas dicas e tenha sucesso! Faça uma consulta com a SOGALPÕES

 

O que você achou do artigo? Gostou? Então curta a nossa página no Facebook, siga-nos no Twitter e LinkedIn e Google Plus e inscreva-se em nosso canal do YouTube.