fbpx

4 mitos que te contam sobre colocar imóvel para locação

7 minutos para ler

Colocar imóvel para locação exige alguns cuidados e conhecimentos. No entanto, uma coisa é preciso saber: trata-se de um bom investimento. Nesse momento, é muito comum que o proprietário se sinta inseguro e tenha receios sobre o assunto, pois estamos lidando com uma propriedade de valor financeiro e sentimental.

O que fazer caso o inquilino não pague? Quanto é justo cobrar pela locação? Como alugar para pessoas que sejam de confiança e em um prazo ágil? Caso essas sejam algumas de suas questões, saiba que contratar serviços de uma imobiliária pode fazer com que o processo seja mais prático, rápido e seguro.

Pensando nesses aspectos, elaboramos este texto para que você entenda alguns mitos que provavelmente já lhe contaram sobre como colocar imóvel para locação, além de explicar algumas questões práticas necessárias de entender antes de ofertá-lo de fato. Boa leitura!

Os 4 mitos sobre colocar imóvel para locação 

Certamente, você deve ter pedido opiniões a amigos e familiares antes de decidir colocar o imóvel para a locação. Nesse momento, é comum que as pessoas abordem alguns aspectos que não condizem com a realidade. A seguir, confira os principais mitos sobre esse fato. 

1. O processo é burocrático 

É preciso entender, na verdade, que o processo pode ser muito mais simples se você tiver o intermédio de uma imobiliária, que conta com profissionais sérios e capacitados. Afinal, você receberá apoio de quem é especialista em negócios e trâmites relacionados a imóveis. 

Entre as principais responsabilidades de uma empresa como essa, destacam-se:

  • criação e gerenciamento de anúncios sobre o imóvel;
  • agendamento de visitas ao espaço;
  • atendimento qualificado aos interessados;
  • elaboração do contrato de locação e laudo de vistoria;
  • análise de garantias locatícias;
  • entre outros.

Caso você não tenha tempo disponível, não conte com o conhecimento necessário sobre a documentação exigida ou sobre os processos necessários para uma negociação imobiliária, contratar uma empresa assim é uma ótima maneira de garantir que tudo ocorra dentro da lei. 

2. É difícil acompanhar o que está acontecendo no imóvel

Há algum tempo isso até poderia ser verdade. No entanto, o mercado imobiliário tem a tecnologia a seu favor, tornando-se mais moderno e adaptado ao mundo digital. Dessa forma, é possível receber relatórios sobre o que acontece em sua propriedade, até mesmo se você tiver um galpão de locação

Além disso, os funcionários da imobiliária têm amplo conhecimento nessas ferramentas, com acesso facilitado no momento em que você apresentar quaisquer dúvidas. Assim, é possível saber quantas visitas ocorreram naquele espaço, quais as propostas já feitas e os motivos que levaram algum visitante a não fechar negócio, por exemplo. 

3. É necessário dispor de uma câmera profissional para as fotos dos anúncios

Certamente as fotos são essenciais para qualquer anúncio imobiliário, pois aquele ditado de que “a primeira impressão é a que fica” se encaixa perfeitamente nessas situações. No entanto, caso você não tenha tempo disponível ou não possua os equipamentos necessários para bons registros, não hesite em procurar o auxílio de uma imobiliária que vá oferecer esse tipo de serviço. 

Vale ressaltar, ainda, que muitas empresas tiram fotos profissionais do seu imóvel sem ao menos cobrar taxas por isso. Essa é uma grande vantagem para o proprietário, uma vez que a qualidade das imagens é decisiva para despertar o interesse de um potencial inquilino

4. As taxas são abusivas

O valor das taxas cobradas pelas imobiliárias tende a despertar dúvidas nos proprietários, que acreditam que elas sejam altas. No entanto, em vários casos há um desconhecimento sobre todos os serviços inclusos nesses valores. Administrar um imóvel vai muito além da captação do cliente e a taxa de administração, que gira em torno de 10% sobre o valor do aluguel mensal, garantirá que a empresa cuide de tudo para você.

Entre as facilidades que é preciso considerar no momento de escolher por uma imobiliária ideal, destacamos:

  • divulgação do imóvel em meios de comunicação e também em mídias específicas;
  • análise cadastral e financeira do possível inquilino, reduzindo o risco de inadimplência;
  • gestão de cobrança de alugueis por meio de boleto bancário;
  • controle de tributos e encargos incidentes na locação;
  • canais de comunicação exclusivos entre locador e locatário;
  • suporte jurídico especializado;
  • entre outros. 

O que é necessário entender antes de colocar o imóvel para locação

Alguns cuidados são necessários antes de colocar o seu imóvel para a locação. Selecionamos os principais, confira!

Prepare a propriedade

A primeira providência que deve ser tomada por quem deseja colocar o imóvel para a locação é tratar da apresentação. Mesmo que seja um galpão, é preciso que ele esteja convidativo para que o inquilino sinta confiança que aquele espaço será útil e de acordo com as suas expectativas. 

Você pode iniciar preparando a limpeza e a pintura, essencial para demonstrar que o local é bem-cuidado. Além disso, é muito importante fazer uma vistoria em telhados, portões e na parte hidráulica, certificando-se de que tudo está funcionando corretamente.

Lembre-se de que ao final da locação, é obrigação do inquilino devolver o imóvel no estado em que o recebeu. Ou seja, quanto melhor o imóvel for entregue para locação, melhor o proprietário o receberá ao final do contrato. Consequentemente, facilitará o processo de futuras relocações. Mais uma vez, o apoio de uma imobiliária pode ser fundamental, oferecendo orientações preciosas para essa fase do processo. 

Pesquise quanto deve cobrar

Calcular o valor do seu imóvel não pode ser algo subjetivo. É necessário estar por dentro da média do mercado para evitar que seu imóvel fique muito tempo desocupado ou não gere a rentabilidade esperada. Caso você coloque um valor mais alto do que o habitual, terá dificuldades em alugar. Ao contrário, se pedir pouco, deixará de faturar o justo. 

Por isso, faça uma pesquisa na região e descubra qual é o preço cobrado pelos proprietários que tenham imóveis parecidos com o seu. Logo em seguida, pondere se será preciso alterar o valor devido à estrutura de sua propriedade. Assim, você vai se aproximar de uma cifra que não espantará os candidatos a inquilinos e que ao mesmo tempo será justa para o seu bolso. 

Uma dica: nem sempre preços de imóveis anunciados na internet refletem os valores que eles são efetivamente negociados no mercado. Por isso, nessa etapa, o corretor de imóveis é o profissional capaz de assessorá-lo com a competência necessária para ajustar nesses parâmetros, comprovando a eficácia de contar com o trabalho de uma imobiliária para o sucesso do negócio. 

A partir da leitura deste texto, você pôde desmitificar 4 situações que provavelmente já ouviu sobre colocar imóvel para locação. Hoje, as empresas estão cada vez mais capacitadas para oferecer o melhor atendimento, trazendo soluções que deixarão o proprietário livre de preocupações burocráticas.

Caso tenha gostado deste conteúdo e deseja estar por dentro de outras dicas como estas, assine nossa newsletter e receba diretamente em sua caixa de entrada todas as nossas novidades.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Share This